Todas as maravilhas de que precisas estão dentro de ti. A primeira e pior de todas as fraudes é enganar-se a si mesmo. Depois disto, todo o pecado é fácil.

03
Ago 08

Era uma segunda-feira de um qualquer mês de Maio.

O dia amanheceu chuvoso e estava frio.

Eu lembro-me que tive “medo” e de pensar eu não sou capaz.
- O dia não estava chuvoso. Caia umas pingas.
- Não, estava mesmo a chover muito.
-Nervos... Os nervos é que te fizeram esquecer, apenas caiam umas pingas..
- Pronto que seja , caiam umas pingas.
Eu sabia que tinha que o fazer, mas o meu receio não ajudava em nada. Mas como disso dependia uma parte da minha vida eu fui.

- Não sei de onde me bem este medo questionei-me em voz alta.
 Uma voz respondeu

- Porque. Só dependes de ti própria.
Assustada, olhei a volta porque estava sozinha, ou pelo menos julgava que estava..

- Quem foi que falou?  E já não era a primeira vez... devo estar maluca.
-Tu própria disse a "voz" em resposta ao meu pensamento.
A voz parecia provir de mim própria. Será possível??
- Sim é possível é possível, eu sou o teu verdadeiro (eu).
-O meu Eu??

- O meu verdadeiro eu sou EU.

Mas  que conversa mais estupida..pensei.
-Olha para ti.... A voz denotava um certo desprezo

– Pareces uma miúda assustada a tremelicar por todos os lados.

- Tanta produção para que?? se neste momentos estás com

medo até de atravessar a rua.

- Se tu dizes que és o teu verdadeiro eu acho que estamos as duas em maus lençóis.
-Ouve-me tu a mim (eu ou voz ou sejas o que fores). Vivi estes anos todos sem ouvir a tua voz agora é que te deu para apareceres?

-Porque não te manifestas-te antes?

" só posso estar maluca para falar sozinha"
-Há anos que ando por perto mas está é a primeira vez que estas completamente desassossegada para me poderes ouvir.

- Porque é que sentes medo?

-Porque não sou capaz… Se dizes que és "eu" devias saber.

-Como é que sabes que não és capaz? O teu medo é que te impede de ir em frente..

-Não me chateies, ok e sai do meu “caminho”

- Que ousadia para uma medrosa… vamos supor então que eu sou o teu “medo”

-Então o que fazes aqui?

-Ocorre-te um melhor lugar para eu viver que não em ti? (respondeu a voz).

Reconheceu que realmente medo e duvida eram sem duvida os sentimentos o que se tinham apoderado dela, ou estavam na imaginação..

O “voz"  começou de novo:

- Estou aqui para derrubar todos aqueles que estão convencidos que me podem vencer…

- Eu já não vou..

- Ah ah ah ria-se a voz. Vais desistir agora que estas tão perto?

-Vais  desistir agora que chegas-te a este ponto?

Não sei, habituei-me a alguns pequenos luxos como por exemplo não fazer figura de parva..

- E como podes viver contigo própria se não tens coragem e a ousadia de testar o conhecimento de ti própria?

- E achas que o conhecimento de mim própria pode matar o medo?

- Com certeza, o conhecimento é a verdade e sabes que a verdade é a mais poderosa das armas. Acertar e errar faz parte da vida.

De repente ocorreu-lhe que não tinha nada a perder nem tinha que provar nada a ninguém e avançou segura.

-Lembra-te, o medo é apenas uma ilusão.

-Então não voltas para traz? Disse a voz

Mas ela continuava decidida a pensar dar o seu melhor.. Ganhar e perder faz parte da vida e o medo e a dúvida são só ilusões.

 

publicado por Divine às 18:15
tags: , , ,

Divine .
Boa tarde. Bom Domingo. Bom espírito amigo.
É o diálogo do medo que tantas vezes travamos no silêncio dos nossos medos. Eu entendo esse diálogo . Foi assim que fui vencendo a timidez. Na dúvida, avançamos. Ao medo, questionamos a oportunidade, mas respondemos com a força da vontade de não ter medo do medo.
Bem exposta a tua reflexão. Dentro do teu estilo desafiante, porque os teus medos estão identificados.
beijos
samueldabo a 3 de Agosto de 2008 às 19:53

Olá
Agora convivo bem com eles mas já tive alturas que tinha um certo medo de arriscar
Hoje acredito que o medo é uma ilusão, a derrota esta sempre garantida há que procurar a vitória
Beijo
Divine a 11 de Agosto de 2008 às 23:05

Divine

Encontrei-a e vi "MEDO" - estremeci e li:

gostei do diálogo entre a sua pessoa e a outra que é a mesma - como um duplo - o seu
próprio Eu Divino que falou - deu-lhe a oportunidade de falar.

Aconselhou e disse, "o medo é apenas ilusão".... E eu acredito!

Maria Luísa
M.Luísa Adães a 17 de Agosto de 2008 às 06:12

Olá Maria Luísa,
Também acredito que se confiarmos em nos próprios podemos superar qualquer medo . Os medos são ilusórios ou historias inventadas para nos “controlar “em certos aspectos da nossa vida.
Eu pessoalmente acredito em mim o resto vem por acréscimo.
Fico grata com a visita. Conheço o teu ( não sei se te posso tratar por tu?) blog e escreves muitíssimo bem.
Volta sempre que tiveres vontade
Boa noite
Divine
Divine a 26 de Agosto de 2008 às 23:20

Divine

Adicionei o teu nome aos meus amigos? tenho tido problemas com o computador e estou de férias.

depois escrevo com tempo, não vou esquecer ... obrigada por responderes!

Beijos,

Maria Luísa
M.Luísa Adães a 27 de Agosto de 2008 às 20:50

Divine

visita o meu blogs e se possível lê "Festa" de Mª. Luísa; Poetas de jpcfilho e" Maiores e Menores" de Mª. Luísa.

Espero tua visita, depois escrevo com mais tempo...

Beijos,

Mª. Luísa
M.Luísa Adães a 28 de Agosto de 2008 às 07:57

Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
28
29

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo Morto
2012

2011

2010

2009

2008

online
comentários recentes
Olá, será que me consegue explicar porque que é pe...
Olá Paula gostei muito de ler este post.Beijinhos ...
Olá doce amiga.Há um diálogo constante, dentro de ...
Divine.Em qual traseira bateu o destravadopor ment...
Divine.Que bem me sinto neste lugar! No meio da te...
E que triste que deve ser, não é? :)
Há quem viva para sempre na escuridão, sem nunca c...
Não chateias nada e existem pormenores com muita i...
Muito bom post. Muito Murakami também.Não queria c...
Divinevisita o meu blogs e se possível lê "Festa"...
eXTReMe Tracker
eu e algo mais!!
pesquisar
 
blogs SAPO