Todas as maravilhas de que precisas estão dentro de ti. A primeira e pior de todas as fraudes é enganar-se a si mesmo. Depois disto, todo o pecado é fácil.

17
Jul 08

Quando alguém me pergunta se eu acredito em Deus. Eu fico muda, sem dar resposta, porque qualquer resposta que desse seria mal entendida.
O problema está nesse verbo simples, cujo sentido toda a gente pensa entender: "acreditar"
Mesmo sem a ver eu acredito que existe uma grande muralha na china, e acredito que existe uma montanha que se chama Evereste, acredito também que tenho dentro da dispensa  uma réstia de cebolas...

Acreditar sem ver

Se eu respondesse à pergunta dizendo que acredito em Deus, estava a coloca-lo ao mesmo nível das coisas terrenas e palpaveis.

Mas Deus não  é o objectivo final da evolução? Não é Deus a fonte  da força evolucionária e não é Deus que é o destino? E esse o significado quando se diz que Ele é Alpha e o Ómega, o principio e o fim?

Deus é a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas, Ele é a luz?

Existe uma luz no fim do túnel?

Eu sinceramente espero que sim. Afinal, faz várias semanas - meses talvez - que me sinto  meio que  perdida num labirinto escuro.

Pelo menos uma vez na vida, não adorariam que alguém simplesmente lhes mostrasse a prova da existência de Deus?

Sem discussão, sem afirmações como: "Tu tens que acreditar".

Fisica,quimica  e matemática  a gente até entende - com a ajuda de um bom professor, claro.

Deus é outra história....

É o infinito imponderável: aquilo que não dá para se pensar nem imaginar. É o infinito inefável: aquilo que não dá para se falar.

Ou pelo menos essa é a maneira mais segura de abordar - e encerrar - o assunto sem cair no ridículo nem ofender ninguém.

Contra o meu cepticismo já algum me disse:

" É muito fácil ser-se ateu quando se é bem sucedido, mas é muito difícil ser-se ateu numa cama de um hospital, às portas da morte”.

Deus existe? Eu acho interessante o fato de se dar tanta atenção a este tema.

As últimas pesquisas  informam de que mais de 90% das pessoas no mundo de hoje acreditam na existência de Deus ou de algum poder superior.

Mesmo assim, de alguma forma, a responsabilidade de provar que Deus realmente existe é posta sobre aqueles que acreditam que Deus existe.

Para mim, deveria ser o contrário.
Quando se tenta provar por raciocínio lógico chega-se a alguma conclusão?
De onde nos vem esta intimidade este tratamento por "tu"..?
Deus existe...?
 

 

publicado por Divine às 09:33

Divine.
Acreditar, estar convicto da existência de Deus é meramente um acto de fé. Não é explicável nem atendível que se explique.
A vida moderna cada vez nos afasta mais da ideia de um Deus protector dos fracos e oprimidos. O mundo está todo ligado. Sabemos tudo na hora como se fossemos o Deus que nos propagaram na infância e desde há tantas infâncias. Sabemos da dor, das chacinas sobre inocentes, da fome, da doença, das guerras fomentadas por deuses menores.
A existência de Deus é um acto de fé, não um acreditar, que é o que nos propões.
E se for verdade? Todos têm medo. Porque a morte é um mistério, não uma evidência cientifica. Cientificamente o corpo é matéria que se desfaz na terra ou se incinera. Mas habituá mo-nos a considerar que todos temos alma. E é aqui que reside toda a discussão à volta da ideia de Deus.
A alma é uma eteriedade do ser. É ela que ama, que odeia, que sonha, que interpreta e julga. Pode a alma ser considerada Deus? E cada um de nós é Deus? É o que o futuro se prepara para nos demonstrar, se nós pessoas conseguirmos vencer a competitividade das máquinas pensantes que aí vêm.
Beijos
samueldabo a 17 de Julho de 2008 às 16:37

"A existência de Deus é um acto de fé, não um acreditar, que é o que nos propões."

Errado, não proponho absolutamente nada. Não posso propor o que não acredito.

É discutível o conceito de deus para cada um de nós.
Ou tendo eu outra explicação para Deus e nessa sim acredito piamente.
Deus é AMOR.
És tu sou eu e somos todos nos nossos actos de amor e solidariedade praticados todos os dias.
Esquecemos religiões e ensinamentos estudados...
A mensagem é de amor. Compete a nós pô-lo em pratica.

"Deus que nos propagaram na infância e desde há tantas infâncias. Sabemos da dor, das chacinas sobre inocentes, da fome, da doença, das guerras fomentadas por deuses menores"

Isto não tem nada a ver com Deus mas sim com o homem.
Interessa que exista pobreza e guerra.
Mais de metade da população mundial vive abaixo do limiar da pobreza para sustentar uma minoria que somos "nós."

Quando o egoísmo e a avareza acabar quando o ser humano for realmente humano a minoria privilegiada vamos ter de abdicar de muitas coisas que agora damos como dado adquirido.

A morte é só mais uma passagem para outro patamar.
Não me assusta porque já a fiz varias vezes e continuo tão imperfeita mas com tendência a melhorar.

Beijo:)
Divine a 17 de Julho de 2008 às 16:59

Divine. As palavras, minha amiga. Estão aqui, aparentemente inertes e no entanto têm um poder que nos ultrapassa, transmitem sugestões que não sugerimos, alteram-nos o sentido e o som, por vezes até o cheiro. O cheiro!...Tem importância para ti o cheiro do corpo da pessoa que amas?
Então amiga, as chacinas , as fomes, as guerras não é tudo em nome de Deus? O agiota não diz: Que Deus me proteja dos ladrões? Os mandadores da guerra, os Papas, desde sempre, não chacinam em nome de Deus. Nós que obedecemos não o fazemos em nome de Deus?. Os outros também têm Deus e fazem-no igualmente.
Amor é amor. Eu acredito no amor das pessoas pelas pessoas, amor de amigos, amor de amores, mas isto faz parte de uma formação humanista que tem o homem como fim e tendo-o como fim, respeita tudo nele e dos que com ele fazem parte indissociável do Universo, os outros animais, os outros elementos da natureza.
É neste sentido que eu digo que és provocadora. Provocas-me a empatia das palavras que surgem animadas no meu pensamento.
beijos

As palavras são das coisas mas significativas que existe. mas tem dois lados como uma moeda , existe até um provérbio que diz o seguinte: “A palavra pertence metade a quem a profere e metade a quem a ouve”
Neste caso as palavras escritas.
Respondendo há tua pergunta, obvio que o cheiro é importante diria até que é como um encaixe, uma forma de reconhecimento, mas adiante..
(Então amiga, as chacinas, as fomes, as guerras não é tudo em nome de Deus?)
Não, não foram em nome de Deus. É lamentável que realmente em nome de “deus “ se cometa tanta barbarei …mas não é de todo verdade, senão vejamos:
Hitler: Um louco completamente desequilibrado preconceituoso, racista xenófobo e na minha opinião uma real “besta” perseguiu judeus, ciganos, negros, testemunhas do Jeová, homossexuais e até deficientes físicos. Não me dizes em nome de que DEUS ???
A não ser da sua própria arrogância e sede de poder aliada há loucura de conseguir uma raça “pura”.
Conseguiu provocar uma guerra mundial, a segunda, certo? Só a conta dele estima-se que morreram entre 50 a 60 mil pessoas.
Mas eu estava a falar de chacinas..
Stalin: segundo alguns só por conta do estalinismo acredita-se que o número de vítimas ultrapasse os quatro milhões. Em nome de que Deus?
Ceaussescu: Um psicopata que matou e rebentos completamente com a Roménia, pais que deixou completamente de rastos.. Foi executado por GENOCÍDIO. Em nome de que Deus é que ele fez tantas vitimas?
Hiroshima, Foi atacada em nome de que deus? Causou a morte a milhões de pessoas e destruiu tudo o que era vivo no raio de muitos km.
Existem guerras e chacinas constantes, o mais certo é dizer que vivemos a terceira guerra mundial. Porque de uma forma ou de outra existem sempre vários países envolvidos.
Serra leoa ( descoberta por um português ),Iraque, Timor , Croácia, Darfur ( das maiores misérias já mais vistas) etc etc etc…
Qual deles é em nome de Deus? Eu respondo: Nenhuma.
São todas em nome da ganância e da loucura do homem que é o maior predador ambicioso da fase da terra.
Interessa aos grandes senhores que fazem a guerra, sim porque quem faz a guerra não é o soldado, o cabo, o sargento ou muito menos os oficiais. Quem faz a guerra são os senhores de fato e gravata que estão bem refastelados sentados atrás de uma mesa. Esses nem sujam as mãos mas são os que fazem verdadeiramente a guerra.
E ainda te digo mais, a fome mundial e as “guerras” são não acabam porque não existe vontade politica, convêm …existem interesses…
Os cereais geneticamente manipulados, é só um exemplo porque é que não são produzidos nos países onde a fome é “negra”???
Tens toda a razão, a igreja e a santa inquisição não foi melhor do que nenhum destes assassinos que menciono a trás. Mas Deus não é igreja, não como eu o vejo..
Eu sou um ser pensante e não preciso de missas igrejas ou padres para saber o que é Deus, no caso de ele existir… não preciso de intermediários.
Existe uma grande diferença entre ter “deus” como um complemento de vida a ter “deus” como o centro da sua vida e viver em função disso.
Eu acredito no amor num sorriso na palavra dada no ser humano, enfim… sou uma sonhadora.
Desculpa a seca mas gosto de uma boa troca de ideias, é como eu costumo dizer: posso ter poucos comentários mas bons
OK ,Já estou calada:)
Beijo

Divine a 17 de Julho de 2008 às 21:32

Viva! Divine. Dá gosto ter uma interlocutora assim. Estou maravilhado com a tua exposição, porque na essência do que disseste, o que é a grande reviravolta do pensamento do homem é essa desmistificação de que um grupo restrito de homens se arrogou o direito de manipular a economia mundial ao serviço da sua ganância de serem poder. São os verdadeiros mandantes , os lobbies do poder económico global. Influem nas leis. Não cumprem nem mesmo as leis que aprovaram, se ocorrer um qualquer fenómeno que lhes minore os lucros. Provocam guerras e a escassez de produtos no mercado. As ajudas publicitadas para os povos são canalizadas para os corruptos que governam esses povos e que são aliados estratégicos dos senhores do mundo.
E não se ensaiam de os mandar matar se for necessária uma mudança de estratégia.
Eles serviram-se ,ao longo de séculos, da igreja, das religiões, para prepararem o maior numero possível de tementes que os servissem sem discussão.
E é isso que está a mudar hoje. Daí a crise das igrejas.
Bom, eu já te tinha dito, minha amiga. Este é o teu blog de excelência, onde te expões em sublimes emanações do pensamento, onde os comentários rareiam porque não há lugar à sedução romântica dos sonhos. E no entanto, aqui também há sonho e romantismo.
Um grande beijo amiga.

A humanidade tal qual está caminha a passos largos para o colapso final.
Já aconteceu outras vezes.
Lembra-te de grandes civilizações de grandes impérios, acabaram .. não conseguiram lidar com a sua própria economia.
Vamos pagar um preço caro por tanta burrice.. não vai ser no meu tempo nem dos meus filhos, mas dos netos quem sabe…
Beijo

O outro blogs é mais patusco:))
Divine a 17 de Julho de 2008 às 23:36

Divine.
Não, não subestimes o belo que é o outro teu blog. Tem uma função aglutinadora do sonho mais fácil. Só na aparência. Mas está escrito da mesma forma inteligente. É a outra face da Divine. Diáfana de sedução e beleza, mas com um espírito penetrante do ser.
Aqui é a Divine Racionalista, Humanista, que procura afrontar dilemas que se nos colocam já com acuidade. Pode ser no tempo dos nossos netos e apetece perguntar se esta gente que engorda e quase rebenta de tanto poder efémero, não tem filhos, não tem netos. Ou se pensam que ainda vão garantir um espaço num outro Planeta.
Beijos minha querida amiga. Tem sido uma noite muito agradável. Puxa pelos neurónios.

É sempre um prazer ter um interlocutor como o amigo.
Ouvi dizer que já se pode comprar um bocadinho na lua, quem sabe alguns "gulosos" já pensem numa boa forma de ganhar uns trocos com isso.
Já agora, comprar a quem, a lua tem dono?

Eu gosto dos dois, a "Divine" a outra é uma excelente pessoa e uma grande sonhadora quase infantil..

Beijo
Divine a 18 de Julho de 2008 às 14:51

Divine. Só podias gostar dos dois.
Tudo o que é susceptível de gerar lucro, tem dono. Não sei qual é o processo, mas o dono aparece sempre que está em causa discutir a pertença.
Em tempos falavas das beiras, as festas de família, a Páscoa. E lembro um episódio da tia má a quem a sobrinha confidenciou um atraso. A miúda sempre engravidou?
Sabes, eu gosto muito da região das beiras, tu és dessa região?
Um beijo amigo

Gosto, gosto realmente dos dois porque me consigo rever em ambos.
Num sou mais sonhadora e romântica e no outro sonhadora também mas utópica e ao mesmo tempo realista.
Não, felizmente acho que agora os “miúdos” sabem fazer as coisas e ainda bem que assim é.
Posso dizer que sou mesmo das beiras..
De nascimento na beira litoral arredores de Cernache do Bonjardim.
Família paterna Góis .Materna no distrito de Leiria ou seja tudo isto é beira litoral.
De casamento sou da beira alta, Caramulo e terras do Dão.
Gosto muito de Portugal e digo com muito orgulho que o conheci de ponta a ponta antes de me aventurar por outros “destinos”.
Quando vou … a melhor parte é sempre o regresso:)
Beijo
Divine a 18 de Julho de 2008 às 22:32

Divine.
Dou por mim a rir, porque já não estamos a falar do texto, enveredámos por Portugal adentro, ainda iremos ás ilhas...
Estava a formar essa ideia de ti. Porque tenho um carinho muito especial pela gente das beiras. Aquilino...Quando estive em África conheci rapazes, um era de Cernache de Bom Jardim, ou próximo, as pessoas não diziam o nome das aldeias, outro de S.Pdero do Sul. Gente de uma grande verticalidade .Um desses rapazes, quando o fui visitar a S.Pedro do Sul. disse à minha chegada: Enquanto estiveres aqui é tudo por minha conta.
Nem o tabaco me deixava pagar. Um mimo de gente. A minha alma chora a estas evocações. Há quantos anos?...Leiria é uma cidade linda. Mas cada uma tem a sua particularidade. E tu tens esse ar de pessoa boa das Beiras. Humilde, mas culta.
Divine, ainda não vi nada de Utópico nos teus blogs. Realismo, romantismo, humor e sonho, tudo envolvido em muito amor. Como não amar de ti o belo que nos cantas ou a realidade que nos permites pensar?
E as ilhas? Presumo que as visitaste todas. Eu só visitei três. Madeira, Terceira e S.Miguel. Um sonho...Um sonho de que ainda não acordei.
Um beijo grande para ti
samueldabo a 19 de Julho de 2008 às 00:44

Pois as conversas são como as cerejas…
É tudo boa gente, humilde fraterna e hospitaleira com bom receber. Tenho muito orgulho em pertencer a uma aldeia pequena da beira litoral.
Conheço a Madeira e passei uns dias na Terceira na (base americana) com uma ronda por outras ilhas…
Beijo
Divine a 20 de Julho de 2008 às 22:49

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10

13
14
15
19

20
22
25
26

29
31


Arquivo Morto
2012

2011

2010

2009

2008

online
comentários recentes
Olá, será que me consegue explicar porque que é pe...
Olá Paula gostei muito de ler este post.Beijinhos ...
Olá doce amiga.Há um diálogo constante, dentro de ...
Divine.Em qual traseira bateu o destravadopor ment...
Divine.Que bem me sinto neste lugar! No meio da te...
E que triste que deve ser, não é? :)
Há quem viva para sempre na escuridão, sem nunca c...
Não chateias nada e existem pormenores com muita i...
Muito bom post. Muito Murakami também.Não queria c...
Divinevisita o meu blogs e se possível lê "Festa"...
eXTReMe Tracker
eu e algo mais!!
pesquisar
 
blogs SAPO